Gestão Político-Acadêmica

Propostas para a gestão Político-Acadêmica e Administrativa da UFSC

  • Combater as diversas formas de assédio na Universidade, com elaboração de diagnósticos e debates para construção de políticas para esse fim.
  • Fazer diagnóstico e propor políticas que subsidiem as ações de segurança do trabalho em todos os campi.
  • Defender junto à Andifes a elaboração de uma política nacional para creche que atenda à comunidade universitária.
  • Ampliar a política de comunicação pública na UFSC, criando órgão suplementar com autonomia administrativa, orçamentária e de conteúdo, integrando a Agecom e a TV UFSC.
  • Introduzir o debate sobre a criação da Rádio UFSC.
  • Consolidar o Museu de Arqueologia e Etnologia da UFSC (MArquE) como órgão suplementar com autonomia administrativa e orçamento próprio.
  • Ampliação do horário de atendimento da UFSC por, no mínimo, 12h ininterruptas.
  • Fortalecer a Secretaria de Ações Afirmativas e Diversidade com a estrutura administrativa e financeira adequadas para o cumprimento de suas funções.
  • Rever o compartilhamento online de imagens de câmeras com a polícia militar.
  • Desenvolver política de formação de pessoas para ocupar cargos de direção e coordenação na UFSC.
  • Reformular a política de gestão de pessoas, com padronização e transparência nos procedimentos.
  • Desenvolver, em parceria com os movimentos sociais, programas de combate às questões decorrentes de machismo, racismo, LGBTfobia, xenofobia e todas as formas de opressão.
  • Eliminar todas as taxas acadêmicas da UFSC e a cobrança de inscrições no vestibular.
  • Debater formas alternativas de ingresso nos cursos de graduação na UFSC.
  • Fortalecer o programa UFSC Sustentável, com a ampliação de ações de caráter ambiental, social e econômica.

Por tudo isso, no dia 28 de março vote #80, IRINEU REITOR!